[pt]  A baterista, cantora, produtora e compositora Mariá Portugal (Quartabê/Arrigo Barnabé) lança seu novo álbum EROSÃO em quatro formatos: digital, vinil, CD e fanzine, pelos selos RISCO (Brasil) e Fun in The Church (Alemanha).  Atualmente dividindo-se entre as cidades de Duisburg (Alemanha) e São Paulo, onde nasceu, Mariá possui fortes raízes na canção popular brasileira, especialmente na corrente paulistana de Arrigo Barnabé, Itamar Assumpção e Grupo Rumo. Além disso, possui grande interesse em música eletrônica e improvisação livre. O álbum EROSÃO (escrito assim mesmo, em caixa alta) é o cruzamento dessas três diferentes vertentes musicais. Tal como uma pedra constituída por diferentes materiais que se modificam uns aos outros através de processos mecânicos e químicos, em EROSÃO a canção, a improvisação acústica e a manipulação eletrônica se sobrepõem e se afetam continuamente.   Mariá Portugal atua no cenário musical brasileiro há mais de 20 anos. Já gravou e realizou  turnês pela América do Sul, Europa, Ásia e Oceania com artistas como Arrigo Barnabé, Metá Metá, Fernanda Takai, Zélia Duncan e Pato Fu. Entre seus principais projetos atuais está a Quartabê, com a qual se apresentou em festivais na Áustria, Alemanha, Holanda, Japão e Argentina. Mariá também possui vasta experiência em composição para dança, teatro e cinema, trabalhando tanto na Alemanha como no Brasil com diretores como Felipe Hirsch (Ultralíricos), Cristiane Paoli Quito (Nova Dança 4), Diogo Granato, Patrícia Noronha (Panapaná), Antje Siebers (Teatro Dortmund) e Ulrich Greb (Schlosstheater Moers).

 

[en] 

The Brazilian drummer, singer, producer and composer Mariá Portugal (Quartabê, Arrigo Barnabé, Elza Soares) announces her first work as a band leader: EROSÃO, in a highly improvised concert with talented musicians from the experimental scenes of Cologne, Bremen and Berlin. Portugal counts with Heidi Bayer (Trompet), Angelika Niescier (Altsaxophon), Filipe Nader (Altsaxophon), Moritz Wesp (Posaune), Carl Ludwig Hübsch (Tuba) and Reza Askari (Kontrabass) to bring to the audience a vibrant concert which crosses the boundaries of jazz, free improvisation and Brazilian song. Deeply rooted in the Brazilian songwriting tradition, Mariá has also a keen interest in electronica as well as improvised music. She has been progressively strengthening her relationship with the German free improvisation scene since 2020, when she was the Moers Festival Improviser in Residence. In the beginning of 2021 she became the curator of Soundtrips-NRW for the city of Duisburg, where she now lives.  Mariá Portugal has been active in Brazil since she was 16 years old, recording, performing and touring throughout South America, Europe, Asia and Oceania with artists like Metá Metá, Maggie Nicols, Angelika Niescier, Joëlle Leandre, Jasper van't Hof and Paul van Kemenade.

MARIÁPORTUGAL_por_Filipe_Franco2.jpg